Itaberá - 17 de novembro de 2018
Previsão do Tempo: Rain

min 14°

max 27°

5% 0,01mm

Tempo quente e seco prejudica safra de soja do Brasil, diz AgRural

O tempo quente e seco ao longo de janeiro prejudicou a safra de soja 2014/15
agronegócio

Olá! Esta notícia foi publicada a mais de 3 meses! O contéudo pode não refletir um cenário atualizado, estar defasado ou pode ter se tornado irrelevante. Boa leitura! :)


Por Ame Noticias - 26 de janeiro de 2015 - 17:26

Tempo quente e seco prejudica safra de soja do Brasil, diz AgRural

Perdas na lavoura em Goiás já correspondem a 15% da expectativa inicial de produção (Foto: Ernesto de Souza/ Editora Globo)

 

SÃO PAULO (Reuters) – O tempo quente e seco ao longo de janeiro prejudicou a safra de soja 2014/15 do Brasil, disse a consultoria AgRural, que planeja cortar sua previsão para a safra, de 95 milhões de toneladas, em sua revisão fevereiro.

“Apesar da ocorrência de chuvas durante a semana, os volumes foram insuficientes para normalizar a umidade do solo em pontos

do Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, e os prejuízos já começam

a ser contabilizados”, disse AgRural, em um relatório publicado na noite de sexta-feira.

Partes do norte de Mato Grosso receberam menos da metade do volume normal de chuvas em janeiro, disseram meteorologistas da Somar em um boletim nesta segunda-feira, em contraste às chuvas acima da média no Rio Grande do Sul.

A colheita de soja foi concluída em 3 por cento de todo o país, disse a AgRural, em linha com a mesma época do ano passado e com a média histórica de cinco anos.

A seca no Estado de Goiás, um dos principais produtores de grãos do Brasil, pode quebrar a safra em até 15 por cento, trazendo perdas de 1,2 bilhão de reais, informou na sexta-feira a Faeg, federação que representa os produtores.

A projeção mais recente do Ministério da Agricultura, que ainda não leva em conta os efeitos da seca de janeiro no Sudeste e no Centro-Oeste do Brasil, aponta para uma produção de 9,9 milhões de toneladas de soja em Goiás na atual temporada 2014/15, alta de 10 por cento ante 2013/14.

(Reportagem de Caroline Stauffer e Roberto Samora)

Fonte: Reuters

Comentar

Deixe seu comentário

Atenção!Não escreva comentários contendo apenas letras Maiúsculas.

Todos os comentário postados aqui são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
É reservado a nós apenas o direito de filtrá-los e moderá-los de acordo com nossos critérios.
Qualquer comentário com conteúdo discriminativo, com palavras ofensivas ou qualquer texto que seja julgado impróprio por nossos moderadores, serão automaticamente marcados como spam e não serão publicados.
A Ame Notícias incentiva a discussão de forma saudável e com respeito, se seu comentário não vier a ser aprovado e você discordar por algum motivo, sinta-se livre para entrar em contato conosco.

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield


últimos comentários

  • Não há comentários disponíveis

agenda

  • Não há eventos nos próximos dias.

newsletter

Assine nossa newsletter e receba nossas últimas notícias por email

conecte-se

Confira nossas atualizações nas redes sociais, e fique por dentro de tudo que acontece

twitter facebook