Itaberá - 21 de novembro de 2018
Previsão do Tempo: Rain

min 12°

max 24°

0% 0mm

Semana mundial do aleitamento materno de 1 a 7 de Agosto

Amamentar os bebês imediatamente após o nascimento pode reduzir a mortalidade neonatal – aquela que acontece até o 28º dia de vida.
educação, mulher, saúde

Olá! Esta notícia foi publicada a mais de 3 meses! O contéudo pode não refletir um cenário atualizado, estar defasado ou pode ter se tornado irrelevante. Boa leitura! :)


Por Ricardo Rodrigues - 3 de agosto de 2018 - 21:39

Semana mundial do aleitamento materno de 1 a 7 de Agosto

Os bebês até os seis meses de idade devem ser alimentados somente com leite materno, não precisam de chás, sucos, outros leites, nem mesmo de água. Após essa idade, deverá ser dada alimentação complementar apropriada, mas a amamentação deve continuar até o segundo ano de vida da criança ou mais.

Amamentar os bebês imediatamente após o nascimento pode reduzir a mortalidade neonatal – aquela que acontece até o 28º dia de vida.

O aleitamento materno na primeira hora de vida é importante tanto para o bebê quanto para a mãe, pois, auxilia nas contrações uterinas, diminuindo o risco de hemorragia. E, além das questões de saúde, a amamentação fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho.

Para incentivar o aleitamento materno exclusivo e apoiar mães e famílias no cuidado com seus bebês, o UNICEF utiliza, no Brasil, o kit Família Brasileira Fortalecida e o álbum Promovendo o Aleitamento Materno, para que o município assegure o direito da gestante e do bebê ao aleitamento materno exclusivo até o sexto mês de vida. Também incentiva hospitais e maternidades para que se tornem Hospitais Amigos da Criança, mudando condutas e rotinas responsáveis pelos altos índices de desmame precoce e promovendo a humanização do parto.

Amamentação garante saúde ao bebê e à mãe

Bebês que são amamentados ficam menos doentes e são mais bem nutridos do que aqueles que ingerem qualquer outro tipo de alimento.

Utilizar substitutos do leite materno, como fórmulas infantis ou leite de outros animais, pode ser um grande risco para a saúde do bebê. Isso ocorre principalmente quando os pais não podem comprar os substitutos na quantidade necessária ou quando a água que utilizam para preparar o alimento não é limpa o suficiente.

Quase todas as mães conseguem amamentar com sucesso. Aquelas que não possuem confiança para amamentar precisam do estímulo e do apoio prático do pai da criança, bem como da família e dos amigos. Agentes de saúde, organizações femininas, a mídia e os empregadores também podem oferecer o seu apoio.

Todos devem ter acesso às informações sobre os benefícios do aleitamento materno. É obrigação de cada governo fazer com que as pessoas tenham acesso a essas informações.

Fonte: Https://www.unicef.org/brazil/

Comentar

Deixe seu comentário

Atenção!Não escreva comentários contendo apenas letras Maiúsculas.

Todos os comentário postados aqui são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
É reservado a nós apenas o direito de filtrá-los e moderá-los de acordo com nossos critérios.
Qualquer comentário com conteúdo discriminativo, com palavras ofensivas ou qualquer texto que seja julgado impróprio por nossos moderadores, serão automaticamente marcados como spam e não serão publicados.
A Ame Notícias incentiva a discussão de forma saudável e com respeito, se seu comentário não vier a ser aprovado e você discordar por algum motivo, sinta-se livre para entrar em contato conosco.

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield


últimos comentários

  • Não há comentários disponíveis

agenda

  • Não há eventos nos próximos dias.

newsletter

Assine nossa newsletter e receba nossas últimas notícias por email

conecte-se

Confira nossas atualizações nas redes sociais, e fique por dentro de tudo que acontece

twitter facebook