Itaberá - 15 de dezembro de 2017
Previsão do Tempo: Rain

min 17°

max 29°

15% 0,01mm

Quando vale a pena abastecer com gasolina ou a álcool

calculo é facil
diversos

Olá! Esta notícia foi publicada a mais de 3 meses! O contéudo pode não refletir um cenário atualizado, estar defasado ou pode ter se tornado irrelevante. Boa leitura! :)


Por Ame Noticias - 21 de março de 2014 - 10:19

Quando vale a pena abastecer com gasolina ou a álcool

Não vale a pena abastecer com álcool quando o preço exceder 70% da gasolina.

A conta é simples:basta dividir o preço do litro álcool pelo o da gasolina.

Se o resultado for menor que 0,70, o álcool é a melhor opção. Se optar por usar os dois combustíveis, a melhor relação custo/benefício para um veículo flex seria utilizar 85% de gasolina e 15% de álcool.

outra dica:

A gasolina quanto mais fria, maior sua densidade (relação entre massa e volume), então, é melhor abastecer nessa situação. Como o processo de absorção de calor não é algo instantâneo, o combustível estará mais frio no início da manhã, pois passou a noite toda perdendo calor, enquanto no fim da noite, estará mais quente.

O melhor horário para abastecer o seu veículo, então, é no início da manhã, pois o combustível no tanque do posto estará mais frio. Como exemplo, um carro abastecido com 50 litros de gasolina a 20 °C, estacionado no sol durante todo o dia, no fim do dia a uma temperatura de 35 °C, terá o volume de gasolina aumentado em 0,9 litros.

Mas tome cuidado, não vá encher muito o tanque do seu carro, pois está correndo o risco do combustível transbordar.

Quem abastece só com um combustível e um dia resolve colocar outro, pode enfrentar dificuldades para dar partida. Isso porque o sistema de injeção eletrônica precisa fazer cálculos para saber com qual combustível está rodando.

A dica, é deixar que a injeção do carro trabalhe sozinha para identificar o combustível.

Liga a chave, espera três segundos sem pisar no acelerador. Se ele não entrar em funcionamento não insiste e não pise no acelerador, desliga a ignição. Liga novamente por três segundos, dá outra partida de três segundos. Repete de três a quatro vezes que ele vai começar a funcionar.

outra dicas importantes para economizar combustível:

1 – Controle seu o pé direito: Esta é a primeira dica, e a principal. Como fiz aquela máxima: “cavalo que não come não anda”. Portanto quanto mais você acelera mais o carro gasta. Nem sempre é necessário se acelerar fundo para se conseguir um resultado. Na saída de uma praça de pedágio, por exemplo, se você sair da velocidade zero até 80km/h acelerando até o limite de corte de giro do motor, com certeza ele irá gastar mais gasolina do que se você trocasse de marcha por volta de 2500, 3000 RPM.

2 – Encha o tanque somente quando necessário: Não faz sentido parar para abastecer quando ainda há bastante combustível no tanque. Deixe abaixar para cerca de 1/4 antes de abastecer, deixar o carro na reserva também é perigoso, pois a gasolina deixa sujeiras no tanque que podem entupir linhas de combustível ou até mesmo os bicos. Paradas extras desperdiçam tempo, além disso, manter mais combustível que o necessário no carro representa peso a mais. Um litro de gasolina pesa cerca de 0,75 kg, e quanto mais peso você carrega, mais combustível você gasta.

3 – Abasteça sempre nas manhãs frias: Os líquidos expandem quando aquecidos, e isto inclui a gasolina e o álcool. Desta forma, você consegue um pouco mais de combustível pelo mesmo valor ao comprar gasolina quando ela está mais densa, mesmo que a bomba mostre o mesmo total de litros abastecidos.

4 – Aprenda mais sobre a octanagem ideal do combustível do seu carro: A octanagem não tem nada a ver com a qualidade ou a marca do combustível. O cálculo da octanagem indica a resistência do combustível à “batida de pino” ou detonação. É o som metálico que você pode ouvir quando acelera muito rápido ou sobe uma ladeira. Isto pode ser seguido de auto-ignição, situação na qual o motor continua a funcionar ou dar estouros na admissão depois de desligado (embora esse fenômeno não ocorra nos motores a injeção). A batida de pino severa ou auto-ignição por um período longo podem danificar as peças do motor.
Não há vantagem em usar uma gasolina de octanagem mais alta que o necessário para prevenir a batida de pino. Na verdade, os carros modernos possuem controles computadorizados projetados para ajustar o avanço da ignição e outras funções do motor para manter a batida de pino sob controle. Assim sendo, a menos que você ouça algo fora do normal, provavelmente está usando a octanagem correta para seu carro.
Apenas uma pequena porcentagem dos carros exige combustível premium. Estes são geralmente luxuosos ou esportivos com motores de alto desempenho, aqueles equipados com turbocompressores ou compressores ou ainda carros que tenham motores que trabalhem com alta taxa de compressão, como os motores VHC da Chevrolet.
Quanto mais alta a octanagem, mais você vai pagar. Use a octanagem correta e você vai economizar. E no Brasil são três octanagens que você irá encontrar:
Comum e aditivada: 95 octanas;
Premium: 98 octanas;
Podium: 102 octanas.

5 – Quando chegar à velocidade desejada alivie aos poucos o acelerador: Isso evita que a central eletrônica trabalhe de uma forma inesperada (afinal ninguém larga o acelerador por completo do nada) e assim muita gasolina pode ficar “retida” no interior do motor, gastando alguns mililitros desnecessários.

6 – Esqueça o velho hábito de acelerar o carro antes de desligá-lo: Carros modernos já contam com sistemas evoluídos de lubrificação e injeção de combustível, você pode danificar o catalisador, o que aumenta a emissão de poluentes e prejudica o desempenho agindo desta forma.

7 – Se aproveite da aerodinâmica: Dê preferência por andar com as janelas fechadas. A redução da resistência do ar reverte na economia de combustível. Isso também vale para bagagens do lado de fora do carro, como por exemplo, uma caixa no bagageiro superior. Essa dica também vale para o próprio bagageiro, ou para aerofólios que não são originais do carro, como os que o pessoal da tribo tuning costuma usar.

8 – Não carregue mais peso do que a capacidade de seu carro: O consumo será maior e irá acarretar um desgaste extra da suspensão, freios e dos pneus. Cada 50kg a mais equivalem a 1% de aumento no consumo. Sem falar que o carro irá ficar com seu nível de controle prejudicado.

9 – Mantenha o motor do carro sempre regulado: o motor desregulado pode consumir até 60% mais combustível do que o normal, portando seu o seu carro não possui injeção eletrônica mantenha o carburador sempre em dia. Já nos carros com injeção eletrônica faça sempre as manutenções preventivas e peça para o mecânico passar um scanner para procurar por possíveis erros em sensores de leitura. Um dado errado pode fazer com que seu consumo aumente consideravelmente.

10 – Velas gastas aumentam o consumo de combustível: portanto faça a troca das mesmas nas datas previstas na manutenção do seu veículo e substitua as velas pelos modelos corretos indicados pelo fabricante carro.

11 – Filtros de ar, de combustível e de lubrificante sujos e obstruídos aumentam o consumo: mais de 6% de aumento no consumo pode ocorrer pelo mal funcionamento de um destes itens pois não permite a mistura ar/combustível na proporção correta e, ainda, põe em risco o motor porque algumas partículas de sujeira extra fina acabam atravessando o elemento de filtro e entrando no motor ocasionando desgaste prematuro.

12 – Rodar em ponto morto ( banguela ) não diminui o consumo de combustível: isso ocorre porque o carro normalmente irá andar na banguela na descida, e com o carro engatado, o motor vai trabalhar com freio motor, fazendo com que o consumo seja quase zero, já que não é enviado combustível para o mesmo. Já na banguela o carro trabalha sem força, mandando uma pequena quantidade de combustível para o mesmo, ocasionando mais gasto. Já em pisos planos ou em subidas o ato de acelerar até ganhar velocidade, e andar na banguela depois também faz com que o carro gaste mais combustível.

13 – Cuidado com pneus murchos ou descalibrados: Com os pneus murchos o carro ganha tração na arrancada (por isso os carros de arrancada tem os pneus de tração meio murchos), mas depois que o carro entrou em movimento esse excesso de área de atrito faz com que o carro gaste mais energia (combustível) para se mover. Além disso, pneus muito murchos ou com calibragem diferentes colocam em risco a sua condução, podendo ocasionar acidentes.

14 – Trafegar com marcha engatada inadequada para a velocidade do veículo: marchas muito alta para baixas velocidades fazem com que você tenha que acelerar mais fundo para conseguir ganhar velocidade e/ou força, isso libera mais a entrada de ar, e logo se gasta mais combustível. Já marchas mais baixa em altas velocidades usam da mesma lógica e apenas gastam mais combustível, sem produzir mais velocidade. Consulte o manual do seu veículo para conferir a velocidade ideal de cruzeiro para cara marcha.

15 – Saiba onde você está abastecendo: Gasolina batizada ou álcool de má qualidade fazem com que seu carro gaste mais e ainda por cima podem causar problemas no motor à longo ou pequeno prazo. Por isso abasteça sempre em postos que você confia e já notou que o carro rende melhor.

Com estas dicas espero ter ajudado a melhorar o consumo do seu carro, afinal assim você aproveita melhor o seu carro e o seu bolso agradece. Sem contar nos menores índices de poluição que o seu carro estará gerando.

Mitos

O primeiro abastecimento deve ser feito com gasolina parta evitar problemas de partida

O carro só pode ser abastecimento com gasolina ou com álcool para evitarem falhas no motor

Um motor bicombustível dura menos, pois o álcool é mais corrosivo.

Carros bicombustível requerem somente gasolina aditivada

A substituição de álcool por gasolina, ou vice-versa, deve ser feita gradativamente.

Se o motor ficar apenas com álcool, o carro tem problemas de partida nos dias frios.

Existe um porcentual certo da mistura de álcool e gasolina para que o carro obtenha uma melhor potência e autonomia

Se o motorista misturar os dois combustíveis o consumo aumenta e fica mais próximo do álcool

Fonte: Ame Noticias

Comentar

1 Comentário

  1. Victor Vieira disse:
    24 de janeiro de 2015 às 11:45

    Tem um aplicativo que calcula isso, ele leva em consideração o valor padrão ou se a pessoa souber os valores de km/l ela pode usar eles e obter um resultado preciso…o ruim desse metodo padrão é que pode fugir muito. Link do app: https://play.google.com/store/apps/details?id=minhagasosa.android.app.br.minhagasosa

Deixe seu comentário

Atenção!Não escreva comentários contendo apenas letras Maiúsculas.

Todos os comentário postados aqui são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
É reservado a nós apenas o direito de filtrá-los e moderá-los de acordo com nossos critérios.
Qualquer comentário com conteúdo discriminativo, com palavras ofensivas ou qualquer texto que seja julgado impróprio por nossos moderadores, serão automaticamente marcados como spam e não serão publicados.
A Ame Notícias incentiva a discussão de forma saudável e com respeito, se seu comentário não vier a ser aprovado e você discordar por algum motivo, sinta-se livre para entrar em contato conosco.

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield


agenda

  • Não há eventos nos próximos dias.

newsletter

Assine nossa newsletter e receba nossas últimas notícias por email

conecte-se

Confira nossas atualizações nas redes sociais, e fique por dentro de tudo que acontece

twitter facebook