Itaberá - 21 de novembro de 2018
Previsão do Tempo: Rain

min 12°

max 24°

0% 0mm

Quais os chás mais indicados para diminuir a enxaqueca?

De acordo com algumas enciclopédias 4 chás podem ajudar no tratamento da enxaqueca
mulher, saúde

Olá! Esta notícia foi publicada a mais de 3 meses! O contéudo pode não refletir um cenário atualizado, estar defasado ou pode ter se tornado irrelevante. Boa leitura! :)


Por Ricardo Rodrigues - 17 de julho de 2018 - 18:20

Quais os chás mais indicados para diminuir a enxaqueca?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia, existem mais de 150 tipos de dor de cabeça já identificados. Entre elas está a enxaqueca, que é uma das dores mais fortes e incômodas. Estima-se que essa doença neurológica atinge cerca de 15% da população mundial, sendo que só no Brasil são mais de 30 milhões de pessoas sofrendo com esse problema.

Muito além de um simples desconforto, a enxaqueca também interfere na qualidade de vida. A prova disso é que a Organização Mundial da Saúde(OMS) a incluiu no rol de doenças mais incapacitantes do mundo.

Pesquisas revelam que cerca de 90% das pessoas que sofrem desta patologia têm algum prejuízo no trabalho, nos estudos e até mesmo nas atividades de lazer e na vida sexual.

De acordo com algumas enciclopédias 4 chás podem ajudar no tratamento da enxaqueca

 

1- Chá de alfazema  (Lavandula officinalis)

De acordo com a apostila de fitoterapia da USP, o chá de alfazema é um ótimo aliado no combate a estas dores de cabeça. Ele tem propriedades relaxantes, calmantes, antiespasmódicas, analgésicas e antidepressivas.

Para preparar, coloque 1 colher (de sopa) de flores secas de alfazema em 1 xícara de água fervente, abafe e deixe descansar por 5 a 10 minutos. Depois, é só coar e beber de 2 a 3 vezes por dia, enquanto os sintomas da enxaqueca persistirem.

Este chá também pode ser usado como compressa na testa. Para fazer, pegue uma gaze ou toalha limpa, faça de 4 a 6 dobras e molhe-a no chá. Aplique na testa, ainda quente, durante 30 minutos. Sempre que a gaze perder o calor, deve ser novamente embebida e colocada na testa.

2- Chá de arruda  (Ruta graveolens)

Apesar de ser uma erva muito conhecida e utilizada para espantar o mau olhado, a arruda também é ótima para casos de enxaqueca e o seu chá também é indicado na apostila da USP.

Entre as propriedades da arruda estão sua ação analgésica, anti-inflamatória, calmante, febrífuga, vermífuga e fortificante.

Para preparar, ferva 1 xícara de água e acrescente 1 colher (de sobremesa) das folhas frescas da arruda. Abafe e deixe descansar por 15 a 20 minutos. Depois, coe e beba até 3 xícaras ao dia.

3- Chá de tanaceto (Tanacetum parthenium)

O tanaceto tem sido muito utilizado para prevenir a enxaqueca. Segundo um artigo do curso de nutrição da Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, sobre o uso da alimentação e de fitoterápicos no tratamento da enxaqueca, o efeito dessa erva se dá pela inibição da liberação plaquetária de serotonina.

A serotonina é um hormônio que está diretamente relacionado com as enxaquecas, já que provoca contrações e dilatações das artériascerebrais.

Além disso, o tanaceto também relaxa a musculatura, elimina a dor e aumenta o fluxo sanguíneo. Devido a essas atuações, ele tem mostrado bastante eficácia na redução da frequência e intensidade das crises de enxaqueca, incluindo seus outros sintomas, como náuseas e vômitos.

Para preparar, pode-se usar a proporção de 5g das folhas para 300ml de água. Coloque as folhas numa xícara e ferva a água em uma panela. Depois, despeje a água fervente na xícara com as folhas, tampe e deixe repousar por 5 a 10 minutos. Em seguida, é só coar e beber.

É uma bebida com sabor forte e amargo, portanto, pode ser adoçada com mel ou stévia. Esse chá também poder ser usado para fazer compressas na testa.

4- Chá de gengibre (Zingiber officinale)

O gengibre também é utilizado no tratamento da enxaqueca. De acordo com o artigo da UNIVALI, ele possui propriedades anti-inflamatórias, pois bloqueia a síntese da prostaglandina, substância que causa inflamação.

Além disso, o gingerol, um dos componentes do gengibre, se comporta quimicamente semelhante à aspirina, atuando na redução da inflamação e da dor.

A receita é simples: para 500ml de água, rale ou pique 25g de gengibre fresco. Coloque o gengibre na água e deixe ferver a mistura por 15 a 20 minutos. Depois, é só coar e beber. É aconselhado tomar 3 vezes por dia.

Fonte: Terra.com.br

Comentar

Deixe seu comentário

Atenção!Não escreva comentários contendo apenas letras Maiúsculas.

Todos os comentário postados aqui são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
É reservado a nós apenas o direito de filtrá-los e moderá-los de acordo com nossos critérios.
Qualquer comentário com conteúdo discriminativo, com palavras ofensivas ou qualquer texto que seja julgado impróprio por nossos moderadores, serão automaticamente marcados como spam e não serão publicados.
A Ame Notícias incentiva a discussão de forma saudável e com respeito, se seu comentário não vier a ser aprovado e você discordar por algum motivo, sinta-se livre para entrar em contato conosco.

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield


últimos comentários

  • Não há comentários disponíveis

agenda

  • Não há eventos nos próximos dias.

newsletter

Assine nossa newsletter e receba nossas últimas notícias por email

conecte-se

Confira nossas atualizações nas redes sociais, e fique por dentro de tudo que acontece

twitter facebook