Itaberá - 15 de dezembro de 2017
Previsão do Tempo: Rain

min 17°

max 29°

15% 0,01mm

Preço do tomate subiu devido chuva, dólar e menor produção, diz agricultor

Caixa de 23 kg vendida por produtores subiu de R$ 40 para R$ 80 este ano. 'É preciso repassar ao consumidor', afirma produtor rural de Guapiara (SP).
agronegócio, destaques

Olá! Esta notícia foi publicada a mais de 3 meses! O contéudo pode não refletir um cenário atualizado, estar defasado ou pode ter se tornado irrelevante. Boa leitura! :)


Por Ame Noticias - 15 de fevereiro de 2016 - 10:05

Preço do tomate subiu devido chuva, dólar e menor produção, diz agricultor

Preço da caixa vendida por agricultores dobrou em um ano (Foto: Reprodução/ TV TEM)

O preço do tomate vendido por produtores rurais em caixas de 23 quilos subiu de R$ 40 para R$ 80 de 2015 para 2016, afirmam produtores de Guapiara (SP). Segundo o agricultor José Paulino de Almeida, os motivos para este aumento são o dólar em alta que afeta o preço dos insumos agrícolas, a redução na produção e pelas chuvas que causaram perdas ainda no solo.

Chuva que atingiu interior de SP também prejudicou produção, diz agricultor (Foto: Reprodução/ TV TEM)
Chuva que atingiu interior de SP também atrapalha
produção, diz agricultor (Foto: Reprodução/ TV TEM)

“A gente tem em média uns 70% ou 80% de aumento de gastos, então precisa repassar ao consumidor que está pagando. Os insumos agrícolas subiram, todos em modo geral desde adubos aos fertilizantes e inseticidas”, conta.

A produção de tomates desse ano na cidade deve ser de 10 mil toneladas: 45% menor em relação ao ano passado, segundo dados da Secretaria de Agricultura de Guapiara. O município possui mais de 700 agricultores da cultura.

Na propriedade do agricultor Luciano Ferreira a perda na plantação pode chegar a 40% por causa das fortes chuvas que atingiram a região. De acordo com ele, o excesso de água favorece o aparecimento de doenças e os galhos ficam murchos, atrapalhando o desenvolvimento do fruto. “Até antes da chuva os pés estavam bonitos, normais, verdes. Hoje não, dá para ver que já perdeu bastante produção.”

Para Ferreira, o preço da caixa na casa dos R$ 80 é um alento, mas ainda é preciso esperar para saber se haverá lucro, diz ele. “Se continuar assim vai sobrar um pouco para gente produtor, para pagar as contas. A tendência é subir um pouco preço. Vamos esperar”, conclui.

Fonte: G1 Itapetininga e Região

Comentar

Deixe seu comentário

Atenção!Não escreva comentários contendo apenas letras Maiúsculas.

Todos os comentário postados aqui são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
É reservado a nós apenas o direito de filtrá-los e moderá-los de acordo com nossos critérios.
Qualquer comentário com conteúdo discriminativo, com palavras ofensivas ou qualquer texto que seja julgado impróprio por nossos moderadores, serão automaticamente marcados como spam e não serão publicados.
A Ame Notícias incentiva a discussão de forma saudável e com respeito, se seu comentário não vier a ser aprovado e você discordar por algum motivo, sinta-se livre para entrar em contato conosco.

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield


agenda

  • Não há eventos nos próximos dias.

newsletter

Assine nossa newsletter e receba nossas últimas notícias por email

conecte-se

Confira nossas atualizações nas redes sociais, e fique por dentro de tudo que acontece

twitter facebook