Itaberá - 21 de janeiro de 2018
Previsão do Tempo: Rain

min 18°

max 28°

69% 0,53mm

‘Foi amor à primeira vista’, brinca casal deficiente visual de Itapetininga

Gisele Caprara e Flávio Rodrigues estão casados há dois anos. 'A gente faz de tudo para encontrar a felicidade e somos felizes', diz casal.
destaques, diversos

Olá! Esta notícia foi publicada a mais de 3 meses! O contéudo pode não refletir um cenário atualizado, estar defasado ou pode ter se tornado irrelevante. Boa leitura! :)


Por Ame Noticias - 13 de junho de 2016 - 10:59

‘Foi amor à primeira vista’, brinca casal deficiente visual de Itapetininga
Gisele e Flávio estão juntos há quatro anos e há dois casados (Foto: Wilton Tormena/ G1)

O casal deficiente visual Flávio Marcos Rodrigues, de 39 anos, e Gisele Caprara, de 27 anos, moradores de Itapetininga (SP), garante que amar não tem relação alguma com aparência e, sim, com o que a pessoa é em seu interior. Mesmo sem nunca terem se visto, os dois afirmam que já começaram a se amar desde a primeira conversa. “Rolou uma química logo no começo da conversa e pelo tom de voz. Amar o outro sem ver o rosto não tem diferença nenhuma, até porque nos conhecemos muito pelo tato e pelo que cada um é interiormente. Podemos dizer que foi amor à primeira vista”, brinca o casal (veja vídeo ao lado).

Em entrevista ao G1, Flávio e Gisele contaram que são cegos desde a infância. Os dois se conheceram em 2012, quando foram participar de uma competição esportiva para deficientes visuais em São José dos Campos (SP). Ele é natural de Angatuba (SP) e foi ao evento como atleta de goalball, esporte destinado aos deficientes visuais em que os atletas arremessam e defendem uma bola que faz barulho. Já Gisele, natural de Limeira (SP), disputou atletismo.

Amizade é um dos pontos fortes do casamento, diz casal (Foto: Arquivo Pessoal/ Gisele Caprara)
Amizade é um dos pontos fortes do casamento,
diz casal (Foto: Arquivo Pessoal/ Gisele Caprara)

Os dois eram amigos em comum de outro casal deficiente visual. Em uma noite durante a competição, Flávio foi apresentado à Gisele pelo amigo. A intenção era apenas jogar dominó, mas acabou surgindo algo a mais entre os dois, diz ela.

“A gente acabou conversando até que uma hora ele me disse que tinha cansado de jogar. Ele perguntou se eu queria continuar conversando e eu aceitei. Depois de algum tempo de conversa ele me perguntou se poderia me beijar. E eu topei. Me apaixonei por ele logo no primeiro dia que conversamos”, descreve Gisele.

Casal e o cachorro de estimação Bob (Foto: Wilton Tormena/ G1)
Casal e o cachorro de estimação Bob
(Foto: Wilton Tormena/ G1)

Depois do encontro em São José dos Campos, os dois decidiram namorar, mas voltaram para suas cidades e o namoro foi à distância. Flávio conta que chegou a viajar poucas vezes até Limeira para ficar mais próximo da namorada. Contudo, meses depois de iniciarem o relacionamento, ele passou em um concurso público na Secretaria de Educação e mudou para Itapetininga para trabalhar como pedagogo junto com a irmã, que também é deficiente visual.

“Meus pais ficaram muito preocupados por terem dois filhos morando em outra cidade, ainda mais deficientes visuais. Minha irmã teve mais dificuldade de andar sozinha pela rua, mas minha mãe ficou algum tempo aqui até que ela se acostumasse. Hoje em dia nós dois pegamos ônibus e vamos para onde precisamos. Superamos todas as dificuldades”, conta Flávio.

Após se mudar, ele decidiu elevar o nível do relacionamento com Gisele para tê-la mais próxima. “Certo dia fui de carona com um tio até Limeira e ‘raptei’ Gisele para morar comigo. Meus sogros não acreditavam muito que eu tinha a intenção de me casar com ela. Depois que eu a trouxe para morar aqui, ficamos juntos ainda um ano até nos casarmos na igreja, em 2014. E estamos felizes juntos. Para o futuro pensamos até em ter filhos”, conta o esposo.

‘Somos felizes’
Flávio e Gisele estão casados há dois anos e moram em uma casa no centro de Itapetininga (SP), onde, segundo os dois, dividem as alegrias, o romance, a amizade e as divergências da rotina. Na residência vive ainda a irmã de Flávio, a escriturária Danila Rodrigues, de 30 anos, que também é deficiente visual, além de um cachorro de estimação.

Segundo Flávio, na casa todos têm tarefas para manter o local organizado. Mas, enquanto ele e a irmã saem para trabalhar, Gisele fica responsável pelo almoço, jantar e limpeza. “Ela é muito boa na cozinha e faz tudo sozinha”, garante o esposo.

Goalball é uma paixão em comum; eles treinam juntos toda semana (Foto: Wilton Tormena/ G1)
Goalball é uma paixão em comum; eles treinam
juntos toda semana (Foto: Wilton Tormena/ G1)

O casal ainda treina duas vezes por semana goalball em um projeto social de Itapetininga. Para Flávio, ter uma vida plena, apesar da deficiência, é algo normal.

“Às vezes encontramos deficientes visuais frustrados com a vida, que têm raiva e tristeza. Normalmente isso acontece com quem perdeu a visão já adulto. No nosso caso, eu perdi a visão com três anos e Gisele aos 6 meses de idade. Então, nós não pensamos sobre como é enxergar. Adaptamos nossas vidas para viver bem. Brincamos, namoramos, ‘assistimos’ jogos do Corinthians juntos. Enfim, a gente faz de tudo para encontrar a felicidade e somos felizes”, ressalta.

Sorrir é um hábito para o casal que se ama desde a 1ª vista (Foto: Wilton Tormena/ G1)
Sorrir é um hábito para o casal que se ama desde o primeiro encontro (Foto: Wilton Tormena/ G1)
Fonte: Caio Gomes Silveira do G1 Itapetininga e Região

Comentar

Deixe seu comentário

Atenção!Não escreva comentários contendo apenas letras Maiúsculas.

Todos os comentário postados aqui são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
É reservado a nós apenas o direito de filtrá-los e moderá-los de acordo com nossos critérios.
Qualquer comentário com conteúdo discriminativo, com palavras ofensivas ou qualquer texto que seja julgado impróprio por nossos moderadores, serão automaticamente marcados como spam e não serão publicados.
A Ame Notícias incentiva a discussão de forma saudável e com respeito, se seu comentário não vier a ser aprovado e você discordar por algum motivo, sinta-se livre para entrar em contato conosco.

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield


agenda

  • Não há eventos nos próximos dias.

newsletter

Assine nossa newsletter e receba nossas últimas notícias por email

conecte-se

Confira nossas atualizações nas redes sociais, e fique por dentro de tudo que acontece

twitter facebook