Itaberá - 17 de novembro de 2018
Previsão do Tempo: Rain

min 14°

max 27°

5% 0,01mm

Falta de vacina contra a meningite na região de Itapetininga não preocupa em Itaberá

As cidades de Tatuí e Tietê estão sem as vacinas. O Ministério da Saúde afirmou que a distribuição está sendo feita de forma reduzida, pois o laboratório responsável atrasou a entrega.
Destaques, saúde

Olá! Esta notícia foi publicada a mais de 3 meses! O contéudo pode não refletir um cenário atualizado, estar defasado ou pode ter se tornado irrelevante. Boa leitura! :)


Por Ricardo Rodrigues - 17 de julho de 2018 - 10:48

Falta de vacina contra a meningite na região de Itapetininga não preocupa em Itaberá

As cidades de Tatuí e Tietê estão sem as vacinas. O Ministério da Saúde afirmou que a distribuição está sendo feita de forma reduzida, pois o laboratório responsável atrasou a entrega.

Algumas cidades da região de Itapetininga registram a falta da vacina contra a meningite. O Ministério da Saúde afirmou que a vacina meningocócica “C”, que é a vacina contra meningite, está tendo a sua distribuição de forma reduzida aos estados de forma reduzida, pois houve atraso na entrega pelo laboratório da Fundação Ezequiel Dias (FUNED).

Ainda segundo Ministério da Saúde, normalmente são recebidas em torno de 800 doses por mês. E que diante dessa redução, foram recebidas apenas 300 doses em junho e neste mês ainda não foram recebidas novas doses. A previsão é que a partir de agosto a situação seja normalizada em todo o país.

Uma dose da vacina nos consultórios particulares pode custar até R$500,00 (Quinhentos Reais), mas a vacina é distribuída de forma gratuita na rede pública.

Marina Moreira (Secretária de Saúde de Itaberá)

Em Itaberá a reportagem entrou em contato com a Secretária de Saúde Marina Moreira e a responsável pela Vigilância Epidemiológica Silvia Mara Mendes Leandro, que afirmaram que o município encontra-se abastecido da vacina em seu regime normal de consumo, e que todos os postos de saúde têm vacinas para atender a população, a Secretária disse ainda à reportagem que já comunicada pelo Ministério da Saúde através da nota Informativa nº 152/2018-CGPNI/DEVIT/SVS/MS, que pode ocorrer atraso na entrega do próximo lote, mas que isso não deve afetar a vacinação.

Silvia Mara frisou ainda que o mês de Agosto será um mês muito importante para vacinação e que todos devem ficar atentos em especial os pais com seus filhos devem observar com muita atenção as carteiras de vacinação das crianças.

 

 

Fonte: G1/itapetininga

Comentar

Deixe seu comentário

Atenção!Não escreva comentários contendo apenas letras Maiúsculas.

Todos os comentário postados aqui são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
É reservado a nós apenas o direito de filtrá-los e moderá-los de acordo com nossos critérios.
Qualquer comentário com conteúdo discriminativo, com palavras ofensivas ou qualquer texto que seja julgado impróprio por nossos moderadores, serão automaticamente marcados como spam e não serão publicados.
A Ame Notícias incentiva a discussão de forma saudável e com respeito, se seu comentário não vier a ser aprovado e você discordar por algum motivo, sinta-se livre para entrar em contato conosco.

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados *

WordPress Anti-Spam by WP-SpamShield


últimos comentários

  • Não há comentários disponíveis

agenda

  • Não há eventos nos próximos dias.

newsletter

Assine nossa newsletter e receba nossas últimas notícias por email

conecte-se

Confira nossas atualizações nas redes sociais, e fique por dentro de tudo que acontece

twitter facebook